O Bitcoin se recuperou de sua mínima semanal ao atingir uma alta de duas semanas, apesar do volume diário de negociações despencar para seus níveis mais baixos desde outubro de 2020.

O Bitcoin conseguiu recuperar um terreno significativo após o sentimento de baixa no início da semana. O preço atingiu uma nova alta de duas semanas de US$ 34.800 na Binance. Apesar do aumento constante no preço, a análise on-chain indica que o volume diário de negociação do Bitcoin está em seu nível mais baixo desde outubro de 2020, de acordo com Santiment.

Patrocinados
Patrocinados

Embora os volumes diários de negociação estejam atingindo uma mínima de nove meses, a Santiment indica que isso não é totalmente negativo para o preço do Bitcoin. No entanto, significa que “as negociações individuais terão um impacto maior nos mercados”.

O sentimento positivo

A casa de análise também indicou que os usuários do Twitter agora mudaram sua preferência pelo Bitcoin, com sentimento de volta ao positivo. Isso implica que a maioria espera mais dinâmica de alta na criptomoeda.

Patrocinados
Patrocinados

Embora o bitcoin tenha tido aumento significativo no fim de semana, com preço em alta de mais de 8,5% desde sexta-feira (23), a Santiment indica “níveis de medo de ficar de fora (FOMO) que não foram vistos em seis semanas”.

Caem as reservas de Bitcoin em exchanges

O viés de alta pode ser evidentemente visto no fornecimento de BTC retirado das corretoras. A oferta de Bitcoin mantida nas exchanges está chegando perto dos níveis vistos pela última vez em 2 de janeiro de 2021. Antes dessa data, a oferta proporcional em exchanges não havia atingido esse nível baixo em quase 18 meses. Seria apenas a terceira vez que atingiu esse nível mínimo em dois anos.

Santiment indica mais boas notícias pela redução da oferta:

“Como o BTC continua se afastando das bolsas durante esses preços reprimidos, é um sinal promissor de que os mercados diminuíram o risco de venda”.

O Bitcoin teve um renascimento dramático na última semana. Após seu recente sentimento de baixa, a criptomoedas caiu para menos de US$ 30.000. Este nível era um nível chave de suporte do Bitcoin, mas foi brevemente perdido em várias ocasiões em julho. Nos últimos cinco dias, o Bitcoin subiu 17,20%, para sua maior alta semanal de US$ 34.800 até o momento.

Fonte: Tradingview

Isenção de responsabilidade


Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.





Fonte original