Após renovarem as máximas históricas ao longo da semana, Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) recuaram na manhã desta sexta-feira (22) e operam em queda de 4% e 4,5%, respectivamente. 

A criptomoeda líder do mercado registra o seu pior desempenho desde terça-feira e mantém sua cotação atual por volta de US$ 63.217, cerca de US$ 3,6 mil a menos do que o recorde de US$ 66.930, alcançado na última quarta, segundo o CoinMarketCap

Até a manhã passada, o bitcoin conseguia manter seu preço próximo ao nível de US$ 66 mil, mas as quedas começaram a se intensificar após a moeda sofrer um flash crash em diversas exchanges americanas — no caso da Binance US, o ativo atingiu US$ 8 mil em questão de segundos antes do seu preço voltar ao normal.

No início da noite, a criptomoeda bateu uma mínima de US$ 62.110, sua pior cotação desde terça-feira, dia que precedeu o recorde. Em reais, o bitcoin também retrocedeu no período para R$ 354 mil, mas agora é negociado por volta de R$ 358 mil, segundo o Índice de Portal do Bitcoin.

O movimento de hoje não é atípico já que após alcançar um topo histórico, o bitcoin tenta agora consolidar os ganhos e encontrar um nível seguro para estabilizar seu preço à medida que o mercado se acalma de uma semana superaquecida.

Por outro lado, a oscilação do bitcoin acabou prejudicando o ethereum, uma criptomoeda que com frequência replica seu desempenho. Na manhã de quinta, o ether chegou a sua melhor cotação em cinco meses e bateu uma máxima histórica de US$ 4.366.

A comunidade cripto teve pouco tempo para comemorar porque nas horas seguintes ao recorde, o ETH atingiu sua pior cotação no dia de US$ 4.032. Agora a moeda está valendo cerca de US$ 4.110. Nas corretoras brasileiras, o preço do ether fica em torno de R$ 23 mil.

SOL e LUNA liberam altas do dia

A Solana (SOL) se distancia das quedas e registra o melhor desempenho do dia entre as dez principais criptomoedas do mercado, em alta de 6,4% nas últimas 24 horas. A SOL está valendo agora US$ 203 e precisa valorizar mais 6% para renovar o seu recorde de preço de US$ 214.

Terra (LUNA) é outra criptomoeda que surpreende nesta manhã, sendo negociada por volta de US$44. Os ganhos de 6% que a LUNA acumula no dia e que sobem para 22% ao longo da semana, foram suficientes para impulsionar o ativo para o 11º lugar no ranking das criptomoedas, lugar que antes era ocupado pela Uniswap (UNI), moeda que opera em queda de 3,8% no dia.

Outras altcoins importantes do mercado também estão desvalorizando nesta sexta-feira, como a Cardano (-4,5%), Binance Coin  (-1%),  XRP (-4,7%) e Dogecoin (-4%).



Fonte original