Bitcoin
Bitcoin
Foto: Yuriko Nakao / Colaborador / Getty Images

O preço do bitcoin despencou na sexta-feira, depois que Elon Musk pareceu lamentar o fim de seu relacionamento com a criptomoeda.

O CEO da Tesla (TSLA) tuitou um meme sobre um casal se separando junto com a hashtag bitcoin e um emoji de coração partido. A postagem incluía a letra de uma música da banda de rock Linkin Park intitulada “In the End” (no final, na tradução livre).

O Bitcoin caiu mais de 6%, para U$ 35.814, por volta das 9h (horáiro de Brasília), de acordo com a CoinDesk. A moeda foi negociada pela última vez a U$ 36.410, tendo caído cerca de 5% nas últimas 24 horas. Outras moedas digitais perderam terreno, com o ethereum, 5,6% mais fraco nas negociações do meio da manhã nos EUA, a US$ 2.637, e o dogecoin, caindo 10%, para cerca de 36 centavos.

Musk disse recentemente aos clientes que a gigante dos carros elétricos não aceitaria mais o bitcoin como pagamento por seus veículos devido a preocupações com o impacto ambiental da mineração de bitcoin, que consome muita energia.

Embora mais tarde ele parecesse suavizar sua postura depois de falar com mineradores de bitcoin na América do Norte, o tuíte mais recente de Musk sugere que ele não estará de volta ao movimento tão cedo.

Musk frequentemente provoca grandes mudanças nos preços das criptomoedas, muitas vezes por meio de comentários obscuros nas redes sociais. Em dezembro, Musk elevou o preço do dogecoin em quase 20% simplesmente tuitando: “Uma palavra: Doge”. Mais tarde, ele disse que seus tuítes sobre a criptografia eram apenas piadas.

O Bitcoin, que responde por mais de 40% do mercado global de criptografia, está saindo de um mês difícil. Os preços despencaram cerca de 36% em maio, seu pior desempenho mensal desde setembro de 2011.

Uma torrente constante de más notícias, incluindo medidas da China para reprimir a moeda digital, fez o bitcoin cair em uma espiral desde que atingiu um recorde, acima de US$ 64.000, em abril.

– Paul R. La Monica contribuiu com reportagem.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original)

Fonte original