Enquanto o mercado de criptomoedas vive dias de baixa depois da “traição” de Elon Musk, um grupo de investidores fartos das ações do CEO da Tesla (NASDAQ:) (SA:) revolveu contra-atacar. Eles criaram uma criptomoeda meme no mercado de finanças descentralizadas (DeFi) chamada “StopElon”.

Como sugere o nome, a moeda digital é um “recado” ao bilionário, para que se cale e pare de influenciar no mercado. O criptoativo da iniciativa é protestar contra o “ex-ídolo” que se autodenomina “Imperador de Marte”.

Sobre o projeto StopElon

De acordo com os criadores do projeto, o número de criptoativos emitidos será limitado.

Além disso, para evitar novos “Elons Musks”, os desenvolvedores planejam proteger os investidores de grandes volumes de dinheiro com taxas ou limites máximos de transação.

Também pretende-se criar um sistema de governança comunitária com poder de voto. A ideia é ter algo similar a uma Organização Autônoma Descentralizada.

“StopElon é uma forma de protestar [contra] a manipulação do mercado de criptomoedas feita por Elon Musk”, disse ao Gizzmundo, Daniel um dos desenvolvedores do projeto.

Conforme destacou Daniel, Elon é inteligente e sabe o que está fazendo. Ou seja, ele conhece seu poder de influência e usa isso para manipular o mercado de criptomoedas ao seu favor.

Sobre o projeto StopElon, Daniel disse que os desenvolvedores têm outros planos em mente. No entanto, os próximos passos ainda não podem ser revelados.

O que se sabe até agora é que o criptoativo será lançado a partir de um plano com quatro fases de operação. Mas o objetivo final é usar o dinheiro da StopElon para comprar ações da Tesla e “roubar a companhia” de Elon Musk.

Confira o plano:

  • Vender a StopElon;
  • Incentivar os usuários a manter StopElon cobrando taxas de compra e venda de 10% (destinadas a “punir” os vendedores);
  • Redistribuir essas taxas entre a comunidade e o pool de liquidez;
  • Listar o token em uma pequena exchange para, futuramente, conseguir que seja listada por grandes exchanges como Binance ou Coinbase (NASDAQ:);
  • Usar o dinheiro arrecadado para comprar ações da Tesla, ganhar poder de voto e assumir o “controle total”. Depois, a ideia é “mandar Elon Musk para Plutão”.

Fonte original