Em meados de abril, o criador do Bitcoin (BTC), Satoshi Nakamoto, entrou na lista dos bilionários, sendo uma das 20 pessoas mais ricas do mundo.

Contudo, depois que o preço do Bitcoin caiu para perto de US$ 30 mil, a riqueza do inventor despencou. Mas esta semana, seis meses após o recorde histórico do Bitcoin, Nakamoto mais uma vez se juntou às 20 pessoas mais ricas do mundo.

A principal criptomoeda do mercado viu seu valor disparar recentemente ultrapassando a marca de US$ 63 mil.

Com base no valor atual da criptomoeda e na quantidade estimada de BTC que Nakamoto supostamente possui, o inventor do Bitcoin é a 16ª pessoa mais rica do mundo. Ou seja, em apenas 5 meses, Nakamoto passou da 159ª pessoa mais rica do mundo para a 16ª.

A fortuna de Satoshi Nakamoto

Presume-se que Satoshi Nakamoto possua 1,125 milhão de BTC, segundo um estudo da Whale Alert. O levantamento, por sua vez, é baseado no estudo de Sergio Demian Lerner de 2013 sobre os “Padrões de Satoshi”.

Isso significa que em 18 de outubro de 2021, Nakamoto possuía cerca de US$ 60,7 bilhões em Bitcoin (BTC); US$ 625 milhões em Bitcoin Cash (BCH); US$ 169 milhões em Bitcoin SV (BSV) e US$ 191 milhões em e-cash (anteriormente conhecido como BCHA ou Bitcoin ABC). Isso representa um total de US$ 60,9 bilhões.

Apesar da fortuna, o inventor misterioso do Bitcoin nunca gastou um único centavo das criptomoedas que possui.

Algumas pessoas presumem que ele pode ter falecido e, por isso, nunca gastou nenhum satoshi. Outros creem que ele ainda está vivo e têm acesso a essa riqueza.

Leia também: Hackers estão controlando canais no YouTube para tentar roubar criptomoedas, diz Google 

Leia também: Analista que cravou alta de criptomoedas indica 6 altcoins “explosivas” para comprar novembro

Leia também: ETF e máxima do Bitcoin causam valorizações de até 65%: confira maiores altas da semana



Fonte original