Recentemente, o G20 aprovou a ideia de imposto mínimo global para empresas. Ou seja, as 20 maiores economias do mundo concordaram em reformar o sistema de taxas.

Com isso, os “paraísos fiscais” chegariam a um fim. Além disso, empresas do mercado digital (como Facebook e Amazon) teriam que pagar impostos onde lucram com seus produtos, em vez que escolher firmar sede em países com impostos mais baratos.

É possível que, neste cenário, o Bitcoin seja o próximo alvo? Ainda, é possível que as empresas que atual com criptomoedas sejam afetadas?

Este tema é discutido no mais recente episódio do Debate Descentralizado. Rodrix Digital se reúne com os especialistas Rodrigo Csizmar Borges, Gabriel Pelissaro, Renato Almeida, Rafael Steinfeld e Tullio Bertini para responder essas e outras perguntas.

Quer saber se haverá uma taxa global para o BTC? Não deixe de conferir o mais recente Debate Descentralizado!

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil.

Leia também: Descomplicando finanças: hábitos para uma vida financeira saudável

Leia também: Veterano do mercado brasileiro de criptomoedas conta como tudo era no início

Leia também: Análises nos gráficos do Ethereum, Cardano, Shiba Inu e Bitcoin



Fonte original