A empresa de inteligência comercial MicroStrategy acrescentou quase 9 mil BTC a suas posses em bitcoin no terceiro trimestre, totalizando uma quantia de 114.042 BTC em 30 de setembro de 2021.

Atualmente, o bitcoin está sendo negociado a aproximadamente US$ 61 mil. Agora, a MicroStrategy possui uma quantia de US$ 7 bilhões da principal criptomoeda do mercado.

De acordo com os resultados financeiros da MicroStrategy, referentes ao terceiro trimestre, publicados nessa quinta-feira (28), a empresa gastou um total de US$ 3,160 bilhões para adquirir os bitcoins, com um custo médio de aproximadamente US$ 27.713 por moeda.

A MicroStrategy começou a explorar o bitcoin como investimento em 2020, quando a empresa realizou sua primeira aquisição de US$ 425 milhões. Até o fim de 2020, a alocação em bitcoin da MicroStrategy havia excedido US$ 1,125 bilhão.

Em fevereiro deste ano, a empresa virou manchete novamente quando adquiriu 19.452 BTC, equivalentes a US$ 1,026 bilhão, aumentando seus investimentos em bitcoin para aproximadamente US$ 4,5 bilhões.

Desde então, a MicroStrategy esteve acrescentando mais e mais bitcoins a seu balanço patrimonial. O CEO Michael Saylor, um dos defensores mais ferrenhos do bitcoin, deixou bem claro que a empresa não planeja vender nunca seus investimentos.

Os investimentos em bitcoin da MicroStrategy também inspiraram investidores institucionais, como Raoul Pal, e empresas como Square e Tesla a fazerem o mesmo.

Em dezembro do ano passado, Saylor havia publicamente aconselhado Elon Musk a converter o balanço patrimonial da Tesla em bitcoin, sugerindo que a iniciativa seria um “favor de US$ 100 bilhões”.

Dois meses depois, em fevereiro de 2021, Tesla realizou seu investimento recorde de US$ 1,5 bilhão em bitcoin.

MicroStrategy planeja comprar mais bitcoin

Comentando sobre os resultados financeiros mais recentes, Saylor sugeriu que, agora, a MicroStrategy é a corporação negociada em bolsa que mais possui bitcoin no mundo e que “continuará avaliando oportunidades para arrecadar capital adicional para executar nossa estratégia de bitcoin”.

Ontem (28), Saylor também revelou que possui um investimento pessoal de 17.732 BTC (atualmente equivalentes a cerca de US$ 1,08 bilhão), comprados a uma média de US$ 9.882 cada.

Saylor acrescentou que ele “informou a MicroStrategy dessa alocação antes de a empresa decidir comprar bitcoin para si mesma”.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização da Decrypt.co.





Fonte original