Uma pesquisa da consultoria Grimpa sobre criptomoedas mostra que os criptoativos são mais conhecidos do que antes, mas apenas 7% investem.

O levantamento foi realizado com 500 internautas brasileiros. Eram homens e mulheres com 18 anos ou mais, das classes A e B, de todas as regiões do Brasil, que tinham atualmente dinheiro investido em qualquer modalidade. A margem de erro é de 4,38%.

Entre as modalidades de investimentos que foram estimuladas nas respostas, renda fixa e variável são as mais citadas. Além disso, 15% citaram outras modalidades: criptomoeda foi mencionada espontaneamente por 7% dos entrevistados, como mostra o gráfico a seguir.

Reprodução pesquisa Grimpa

Dos 500 respondentes, 100% disseram ter algum tipo de investimento. 96% já tinha ouvido falar sobre criptomoedas. 41% já investiram em criptomoedas. E 18% investem atualmente.

Entre as criptomoedas mais conhecidas, 96% citaram Bitcoin. 40%, Litcoin, 37% Ethereum.

Reprodução pesquisa Grimpa

A pesquisa associa a tendência de crescimento das criptomoedas, com o aumento de buscas revelado pelo Google Trends.

Reprodução pesquisa Grimpa

O levantamento faz ainda uma relação com dados do painel da Navegg, provenientes da observação do comportamento do usuário quando acessam a internet, de acordo com os cookies de navegação. 

Esses indicadores também revelam um forte crescimento em 2021, como mostra o gráfico a seguir da pesquisa Grimpa.

Reprodução pesquisa Grimpa

O estudo mostra ainda que entre os investidores que já ouviram falar em criptomoeda mas nunca investiram, os principais motivos são o desconhecimento de como investir e do que é a criptomoeda, além da percepção de alto risco. 

Reprodução pesquisa Grimpa

Leia também:

 

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Fonte original