O povo russo está entre os participantes mais ativos do mercado de criptomoedas do mundo, de acordo com o banco central do país.

O Banco da Rússia publicou uma nova revisão sobre estabilidade financeira na quinta-feira (25), apontando o papel crescente do país no mercado de US$ 2,8 trilhões.

Citando estimativas relatadas por grandes bancos locais em julho de 2021, o Banco da Rússia sugeriu que os volumes anuais totais de transações cripto da população russa chegam a 350 bilhões de rublos, ou US$ 5 bilhões.

Não está claro se o Banco da Rússia converteu essas estimativas, já que o preço do Bitcoin (BTC) quase dobrou desde julho, passando de cerca de US$ 30.000 para mais de US$ 60.000 em novembro.

No relatório, o Banco da Rússia também observou que a Federação Russa está entre os líderes globais em termos de visitas à exchange de criptomoedas Binance. De acordo com dados do provedor de inteligência digital SimilarWeb, a Rússia é a segunda maior em termos de tráfego total na Binance depois da Turquia.

O banco central russo também observou que a Rússia é um dos maiores países mineradores de Bitcoin do mundo, ocupando o terceiro lugar em termos de taxas nacionais de hash, de acordo com o Índice de Consumo de Eletricidade do Bitcoin de Cambridge de agosto de 2021.

Apesar de admitir a posição de liderança da Rússia no mercado global de criptomoedas, o Banco da Rússia ainda delineou os principais riscos associados à indústria, incluindo aqueles associados à estabilidade financeira, proteção ao investidor, lavagem de dinheiro e financiamento criminal, bem como riscos ESG.

O banco central não sugeriu quaisquer medidas imediatas para lidar com esses riscos, mas disse que monitoraria de perto o mercado para identificar ameaças potenciais:

“A relação entre as moedas digitais e o setor financeiro permanece limitada no momento. No entanto, o rápido crescimento e a ampla adoção de moedas digitais representariam riscos mais elevados, tanto globalmente quanto para o mercado financeiro russo.”

O Banco da Rússia assumiu uma postura rígida em relação às criptomoedas, com a governadora Elvira Nabiullina argumentando que os governos responsáveis ​​não deveriam promover a adoção de criptomoedas. O banco central é conhecido por não permitir que bancos locais lidem com cripto e, em vez disso, promovam o uso de sua própria moeda digital. Isso levou a uma situação em que nenhuma exchange de criptomoedas russa pode agora oferecer seus serviços legalmente.

VEJA MAIS:

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!



Fonte original