Dados do relatório semestral da Coinbase a respeito do mercado de criptomoedas, mostra que o ether (ETH), que é a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, disparou mais de 1.400% no seu volume de transações no primeiro semestre deste ano, ultrapassando o tradicional bitcoin. Os números correspondem a uma análise dos dados de 20 importantes corretoras com atuação mundial.

Ainda que o volume total negociado em ether (US$ 1,4 trilhão) esteja atrás do bitcoin (com US$ 2,1 trilhões), o ritmo de crescimento da nativa da rede Ethereum, sua expansão chegou a 1.461% em relação ao mesmo período do ano passado — quando representava US$ 92 bilhões. É a primeira vez que a criptomoeda ultrapassa o bitcoin nesse quesito.


O ether também deixou o bitcoin comendo poeira no aspecto de valorização do preço, atingindo uma alta de 600% nos últimos 12 meses, enquanto a criptomoeda líder ficou na casa dos 300% no mesmo período.

Já o bitcoin concentrou a maior parte de seus ganhos no quarto trimestre de 2020 e no primeiro trimestre de 2021, atingindo o recorde de US$ 65 mil em abril. O ether, em compensação, teve sua maior valorização no segundo trimestre deste ano, saltando para sua máxima de US$ 4,3 mil em maio.


Tecnologia da Ethereum! Governo de Israel inicia testes de criptomoeda estatal




Economia e mercado
24 Jun



Nova criptomoeda ICP chega para competir com ether e j




Economia e mercado
12 Mai


Apesar dos números estratosféricos, vale ressalta que os meses de junho e julho não foram tão positivos para o mercado de moedas digitais como um todo. Após empresas como a Tesla recuarem na adoção do bitcoin e a China reprimir transações, mineração e serviços com as criptomoedas, o setor teve uma queda que levou o bitcoin a operar 40% abaixo do seu recorde, e o ether a seguir em 47% abaixo da máxima.

E você, tem seus investimentos em criptomoedas? Como tem sido sua experiência com esses altos e baixos das criptomoedas? Deixe seu comentário!



Fonte original