O Bitcoin (BTC) fechou julho acima dos US$ 41.000 formando uma vela “de alta envolvente” dando sinais de reversão da tendência de baixa até então em curso.

Em 1º de agosto, um tweet do investidor e empresário Alistair Milne juntou-se às comemorações pelo retorno à forma do preço do BTC.

Bitcoin refuta os ursos

Depois de três velas vermelhas mensais consecutivas, o BTC/USD manteve os últimos ganhos para consolidar um fechamento em julho que poucos haviam previsto.

Apesar do preço do Bitcoin ter chegado a US$ 29.000, os ursos não conseguiram manter o controle à medida que julho chegava ao fim. O mês termina com a queda dos níveis de resistência e uma melhora do sentimento do mercado.

“Tendência de alta no gráfico mensal do Bitcoin”, resumiu Milne.

Um padrão envolvente de alta é uma configuração que se forma quando uma pequena vela vermelha é seguida por uma grande vela verde. Ou seja, julho, cujo corpo cobre ou envolve completamente o corpo da vela anterior, de junho.

Gráfico de BTC/USD de 1 mês (Bitstamp). Fonte: TradingView

A ascensão – e seu poder de sustentação – têm sido tão surpreendentes que até mesmo investidores experientes parecem confusos sobre o que vem a seguir.

Dados on-chain mostram que alguns detentores de longo prazo (LTHs) estão de fato vendendo à medida que o par BTC/USD sobe, algo que o analista Lex Moskovski identifica como o estágio de “descrença” em um ciclo de mercado clássico.

Moskovski destacou a taxa de realização de lucro dos detendores de longo prazo (LTH-SOPR), que neste fim de semana atingiu seus níveis mais baixos em 2021.

O SOPR analisa o valor das moedas movidas em um determinado período de tempo para deduzir a lucratividade das moedas que estão sendo vendidas. Uma tendência de baixa em direção ao valor neutro 1, explica a Glassnode, sugere que a lucratividade das moedas em questão é baixa.

“Alguns detentores de longo prazo estão aproveitando para vender nessa alta com lucro mínimo, conforme indicado pelo LTH-SOPR atingindo o valor mais baixo deste ano por dois dias seguidos”, comentou Moskovski.

“Esta é uma das razões pelas quais ainda estamos em 41k. Descrença.”

Gráfico LTH-SOPR de Bitcoin. Fonte: Lex Moskovski/ Twitter

“Como um relógio”

Enquanto isso, os touros continuam à procura de gatilhos que possam fazer com que o BTC definitivamente deixe para trás a resistência de US$ 42.000, a qual chegou a ser testada duas vezes nas últimas 24 horas.

Relacionada: ‘Superciclo’ de Bitcoin define topo no 4º trimestre conforme oferta ilíquida atinge máxima histórica

Além disso, como observou o Cointelegraph, há poucos obstáculos no caminho do par BTC/USD até US$ 45.000 e US$ 47.000.

O criador do popular modelo de preços stock-to-flow, Plan B, estava igualmente entusiasmado com a alta de sábado, e declarou que o fechamento de julho do Bitcoin mostra que a recuperação está funcionando “como um relógio.”

#bitcoin Julho fechando em US$ $41.490 … recuperando-se das baixas como um relógio

Embora o modelo stock-to-flow prevê que o Bitcoin deveria estar valendo quase US$ 100.000 atualmente, ele continua válido desde que agosto feche no mínimo em US$ 47.000, afirmou Plan B.

LEIA MAIS

Desde 2019, não aparece uma janela de compra tão clara. Negocie mais de 400 pares de criptomoedas com 0% de taxa até 8 de Julho na OKEx.

Compre o mergulho agora na OKEx!





Fonte original